doradobet

SEÇÕES

Esplanada

Coluna sobre a politica nacional

Exército: descubra o curioso motivo por trás da compras de adegas de vinhos

Em novembro passado, o Exército adquiriu dez adegas por R$ 6.219,00 cada

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Como assim?

A Coluna revelou em primeira mão, em novembro do ano passado, que o Exército comprou dez adegas pelo preço unitário de R$ 6.219,00. A aquisição foi alvo de questionamento ao ministro da Defesa, José Mucio Monteiro, pelos deputados Gilson Marques (Novo-SC) e Adriana Ventura (Novo-SP). Em dezembro, a reportagem reforçou a cobrança de uma posição do Exército. A resposta, no dia 14: “O Centro de Comunicação Social do Exército informa que no corrente exercício financeiro, até a presente data, o Exército Brasileiro não adquiriu nenhuma adega”. Na mesma data, o Ministério da Defesa enviou ofício à Câmara dos Deputados (33862/MD) no qual “justifica” a compra das adegas, para “criar um ambiente mais agradável e confortável” nos hotéis de trânsito vinculados ao Exército.

Suprema disputa

A queda de braço entre o STF e a bancada ruralista pode seguir contaminando as relações entre o Governo Lula e o Congresso. O último capítulo da relação belicosa foi a decisão do ministro Edson Fachin, que suspendeu ações que questionavam processo de demarcação de terra indígena no Paraná, reduto político do presidente da FPA, Pedro Lupion (PP). O troco pode vir em fevereiro, quando o Parlamento retoma suas atividades.

Bolsa verde

O governador do Acre, Gladson Cameli, autorizou os primeiros pagamentos a pequenos produtores rurais que estão aderindo a um programa de proteção ambiental, financiado em parte com recursos de organismos internacionais preocupados com o desmatamento na Amazônia. Pelo projeto, produtores recebem R$ 400 a cada hectare que, mesmo fora da cota de preservação obrigatória, é mantido intacto.

TCU x Receita

A Receita Federal e o Tribunal de Contas da União (TCU) entraram em rota de colisão após a decisão que anulou a isenção fiscal sobre salários de pastores. O Fisco alegou que a medida foi baseada em decisão do TCU, ao que o Tribunal redarguiu: “O assunto é objeto de análise no processo TC 018.933/2022-0, de relatoria do ministro Aroldo Cedraz, ainda sem decisão”.

Cappelli na EBC?

Ex-secretário executivo do Ministério da Justiça, o jornalista Ricardo Cappelli está cotado para assumir o comando da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Ele foi secretário de comunicação quando Flávio Dino governou o Maranhão. Atualmente, a EBC é comandada pelo historiador Jean Lima. A conferir.

“Furacão” em Porto Alegre

A capital gaúcha viveu cenas de filme após tempestade com ventos de mais de 120 km/h. Porto Alegre foi arrasada pelo temporal, que provocou sérios danos à imagem do prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, e do governador, Eduardo Leite, muito criticados pela falta de pulso com a CEEE Equatorial, empresa privada responsável pelo fornecimento de energia elétrica. O eleitor costuma se lembrar desses episódios em ano de eleição.

ESPLANADEIRA

# Prefeitura de Uberlândia e Aena apresentam projeto de ampliação e modernização do Aeroporto de Uberlândia. # Governo Federal cria Política Nacional de Cibersegurança e o Comitê Nacional de Cibersegurança. # Sindicato dos Auditores Agropecuários pede revisão do edital do Concurso Público Nacional Unificado. # Maceió é a capital com o combustível mais barato no Brasil, com diesel comum no valor de R$ 5,44. # Denise Fraga apresenta peça 'Eu de você' na Caixa Cultural Brasília, até dia 28. # Shoppings da ALLOS arrecadam itens essenciais para famílias prejudicadas pelas chuvas na Baixada Fluminense.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
doradobet Mapa do site

1234