w55.tw

SEÇÕES

OAB-PI acompanha paralisação e pede remarcação das perícias do INSS

O objetivo é verificar se perícias médicas que estavam paralisadas estão sendo remarcadas

OAB-PI pede remarcação das perícias do INSS | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, estiveram presentes na manhã desta terça-feira (08/02) nos postos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) de Teresina. O objetivo foi verificar se perícias médicas que estavam paralisadas estão sendo remarcadas para que a sociedade e a advocacia não sejam prejudicadas, considerando a paralisação nacional dos médicos peritos do INSS.

A secretária-geral da OAB Piauí, Raylena Alencar, e a presidente da Comissão de Direito Previdenciário, Denize Dias, compareceram às unidades de atendimento e destacaram que apenas as avaliações sociais estão ocorrendo normalmente.

OAB-PI acompanha paralisação de perícias médicas do INSS e pede remarcação do atendimentos (Foto: Reprodução)“Na agência Leste, há somente um médico perito em atendimento. Na agência Centro, todos paralisaram. Mas todas as remarcações foram realizadas, conforme a Portaria 922/2021, que corresponde às remarcações quando necessárias”, destacou a secretária-geral.

Denize Dias, presidente da Comissão de Direito Previdenciário, afirmou que a OAB Piauí entrou em contato com o Ministério da Previdência. Segundo ela, o atendimento contínuo realizado pelos peritos médicos do INSSé essencial para evitar prejuízos aos beneficiários e aos advogados.

OAB-PI pede remarcação das perícias do INSS que estão paralisadas (Foto: Reprodução)“Após o servidor remarcar os atendimentos periciais impossibilitados pela paralisação, o usuário segurado é comunicado através do telefone cadastrado. A outra opção é o segurado acompanhar o dia do atendimento através do aplicativo Meu INSS ou do telefone 135”, frisou a presidente da Comissão de Direito Previdenciário

AOAB-PI está comprometida em ajudar a advocacia e vai seguir trabalhando para evitar que a sociedade piauiense passe por esses transtornos.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
w55.tw Mapa do site