Gem Saviour

SEÇÕES

Mulher de policial atira em advogado após agredir babá em condomínio

O investigador Raimundo Nonato Machado deu instruções para que sua esposa, Jussara, agredisse a babá Claudia Gonzaga de Lima.

Esposa de policial agride babá e briga acaba um baleado em condomínio | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Umabriga resultou em agressões físicas e uma pessoa ferida por um disparo de arma de fogo, nesse sábado (19), em um condomínio de Manaus. A mulher de um policial civil foi a responsável pelo tiro, entregando a arma para a esposa. Todo o incidente foi capturado pelas câmeras de segurança do edifício.

"Bate a cabeça dela! Na cabeça dela... Bate. Quebra a cara dela", foi possível ouvir no vídeo.

Em pé, vestindo uma camiseta preta e bermuda vermelha, o investigador Raimundo Nonato Machado deu instruções para que sua esposa, Jussara, agredisse a babá Claudia Gonzaga de Lima. Já no chão, Claudia foi alvo de socos. Ela conseguiu levantar e pedir ajuda. "Ninguém ajuda".

Esposa de policial agride babá e briga acaba com um baleado em condomínio (Foto: Reprodução/Globo)As câmeras do edifício capturam o momento em que o advogado Ygor Colares chega para intervir em favor da babá, que presta serviços para ele. Ygor acaba sendo atingido por um soco desferido pelo policial Raimundo. Isso resultou em um confronto entre os dois.

A esposa do investigador recebeu a arma e começou a ameaçar quem se aproximava da briga. Ela ainda utilizou a coronha da arma para atingir a cabeça da babá. Quando o advogado foi derrubado no chão, Jussara disparou e acertou a perna dele. Ygor fugiu, mas foi perseguido pelo policial, que consegue desferir um soco nele. O confronto prosseguiu até a chegada dos policiais.

Jussara Oliveira Machado foi presa em flagrante sob acusações de porte ilegal de arma, disparo de arma de fogo, lesão corporal e ameaça. Raimundo Nonato Machado forneceu declarações e foi posteriormente liberado. O Ministério Público expressou inquietação à Polícia Civil sobre o motivo pelo qual o policial não foi igualmente preso.

A Promotoria alega que Raimundo foi o responsável por fornecer a arma utilizada por sua esposa para atirar contra o advogado. Neste sábado (19), durante a audiência de custódia, o tribunal determinou a prisão preventiva de Jussara. Membros da OAB/AM anunciaram que também planejam solicitar medidas das autoridades em relação ao policial.

qhdgc56.com



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Gem Saviour Mapa do site