mega.io

SEÇÕES

Justiça decide futuro do presidente da Câmara de Picos

Justiça decide futuro do presidente da Câmara de Picos

Justiça decide futuro do presidente da Câmara de Picos | Chico Silva - mega.io FCS
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O futuro pol?tico do presidente da C?mara Municipal de Picos, vereador Francisco Gon?alves Filho, o Chico de Chic?, que trocou o PP pelo PMDB depois da data limite imposta pela Resolu??o do Tribunal Superior Eleitoral, que ? 27 de mar?o de 2007, poder? ser decidido amanh?, dia 27de dezembro.

? que neste dia, a partir das 9 horas da manh?, no F?rum ?Governador Helv?dio Nunes de Barros?, estar? sendo realizada a audi?ncia presidida pelo juiz da 10? Zona Eleitoral, Adelmar Martins, com as testemunhas de defesa e de acusa??o do processo que pede a cassa??o do mandato do parlamentar.

Ser?o ouvidos como testemunhas de acusa??o o ex-prefeito de Picos, Jos? N?ri de Sousa; o presidente do diret?rio municipal do PP, ex-vice-prefeito Francisco Gilvan Gomes e o vereador Ant?nio Afonso Santos Guimar?es (PP). Como testemunhas de defesa estar?o depondo tr?s pessoas, dentre elas o vereador Raimundo Nunes Ibiapino (Renato), do PMDB.

Como tanto a acusa??o como a defesa j? apresentaram seus argumentos por escrito ao Procurador Regional Eleitoral, Carlos Wagner Guimar?es, ap?s essa audi?ncia de amanh? o juiz Adelmar Martins enviar? os autos do processo para o Tribunal Regional Eleitoral, que vai decidir se cassa o mandato do vereador ou se o absolve da den?ncia de infidelidade partid?ria. O relator do processo ? o juiz Sebasti?o Ribeiro Martins.

Na den?ncia, o diret?rio municipal do PP acusa o vereador Chico de Chic? de ter deixado o partido e ingressado no PMDB em troca de vantagens financeiras e pol?tica. J? o parlamentar se defende dizendo que vinha sendo perseguido pela dire??o do PP, inclusive, correndo o risco de n?o poder ser candidato ? reelei??o em 2008.

Al?m de Chico de Chic?, outro parlamentar picoense tamb?m corre o risco de perder o mandato. Trata-se de Edvaldo Jos? de Moura, o Didi Moc?, atual secret?rio municipal de Planejamento. A a??o contra ele foi impetrada pela Comiss?o Municipal Provis?ria do Prona e o terceiro suplente, Djanilson Cabral de Melo. Didi Moc? foi eleito pelo Prona, mudou para o PPS e no dia 28 de junho deste ano trocou novamente de partido, saindo do PPS e ingressando no PV.

A mesma comiss?o e Djanilson entraram com a?es na justi?a eleitoral contra mais dois infi?is. S?o os suplentes Jos? de Arimat?ia Luz (Mate) e Vald?via dos Santos Martins Silva, que tamb?m trocaram de partido ap?s a data limite determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os dois concorreram ?s elei?es 2004 pelo Prona e hoje est?o no Partido Verde.

O Procurador Regional Eleitoral, Carlos Wagner Guimar?es, informou que os vereadores e suplentes acusados de infidelidade partid?ria ser?o julgados pelo Tribunal Regional Eleitoral, seguindo determina?es da Resolu??o do TSE que pune quem trocou de partido ap?s o dia 27 de mar?o deste ano. A corte tem um prazo e 60 dias, contados a partir da data de in?cio da a??o, para julgar os pedidos que foram ajuizados pelos partidos.

Por conta dessa a??o na justi?a, o vereador Chico de Chic? anunciou que n?o vai mais renunciar ? presid?ncia da C?mara em favor de Titico Barbosa e ainda demitiu os prestadores de servi?os indicados pelos ex-colegas de oposi??o. Com isso, Ant?nio Afonso e Titico cortaram rela?es com o ex-correligion?rio e hoje nem mais o cumprimentam.


-Clique e Leia Mais no mega.io FCS



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
mega.io Mapa do site