ludijogos

SEÇÕES

Casos de estupros em cidades do interior assustam a população

Casos de estupros em cidades do interior assustam a população

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Um idoso identificado como José Nilton Sousa Silva, 64 anos, foi preso na quarta-feira (04), em sua residência, na localidade Lagoa do Governo, região de David Caldas, zona rural de União, acusado de estuprar uma neta portadora de deficiência mental.

Na quinta, um homem identificado como Antônio Carlos de Moura, de 49 anos, foi preso no Centro de José de Freitas sob acusação de abusar sexualmente de suas duas filhas. Os abusos teriam ocorrido há sete anos, época em que o acusado era pastor evangélico. 

O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, durante entrevista ao vivo no Agora da Rede ludijogos, afirmou que as ações da polícia estão intensificadas e com intuito de coibir crimes dessa natureza. 

“Esse caso de União foi investigado pelo delegado Ferdinando, que prendeu esses dois elementos que são parentes das vítimas que são menores de idade. Os dois acusados já estão à disposição da justiça. Nós estamos cumprindo vários mandados contra esses crimes, seja na capital ou no interior do estado. Aqui em Teresina a delegacia da DPCA vem contando com suporte da Divisão de Capturas. Além disso, temos outras pessoas presas por crimes contra menores”, afirmou.

O delegado explica que o trabalho realizado pela polícia vai muito além de prender, o que já se consolida como resposta à população. “Além de fazer essa parte de inquérito policial e de prisão, também fazemos a parte do período de orientação, de informar cuidados que todos nós demos ter com crianças e adolescentes, porque muitas das vezes essas pessoas que abusam são do próprio convívio familiar, ou ainda são próximas das residencias onde as vítimas moram”, acrescentou.

Segundo o delegado, é preciso denunciar e evitar que novos casos ocorram. “Nós temos vários canais de denúncia e além das polícias Civil e Militar, nós temos o Conselho Tutelar, temos o Ministério Público que atua fortemente combatendo esse abuso de menores aqui no Piauí. A orientação é fortalecer os canais de acesso para que as vítimas possam denunciar”,enfatizou. 

“Nesse caso de União, onde duas filhas foram vítimas de estupro, uma delas já tem 19 anos, maior de idade, mas quando a irmã relatou que vinha sendo abusada, ela tomou coragem e veio a denunciar isso ao Conselho Tutelar, polícia e ao Ministério Público, e somente assim foi possível fazer o procedimento de prisão”, informou.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
ludijogos Mapa do site

1234