PG tiger

SEÇÕES

Maníaco da moto vermelha: detalhes de três estupros cometidos por João da Cruz

Maníaco da moto vermelha: detalhes de três estupros cometidos por João da Cruz

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Após a repercussão, o acusado de estupro preso nesta segunda-feira (18), João da Cruz Nascimento, de 31 anos, foi identificado como o 'maníaco da moto vermelha', de placa ODZ 2063, e pode ser considerado como um dos maiores estupradores já vistos atualmente em Teresina. Há suspeitas de que homem seria casado com uma mulher, com quem tinha dois filhos e estava noivo de uma jovem no Parque Piauí, na zona Sul de Teresina.

De acordo com a polícia, ele já estuprou trinta mulheres em Teresina e agia sempre da mesma forma, andava de moto pelas ruas da zona leste e quando via mulheres dentro de carro sozinhas, fazia a perseguição, batendo na vítima e mantendo relações sexuais com elas. Em alguns casos, ele chegava a ligar para as vítimas perguntando se elas tinham gostado do ato.

 

Mamede Castro, delegado do 5° Distrito Policial, afirmou que a maneira de agir de João da Cruz era sempre a mesma.

 

“O modo operante desse maníaco era ameaçar mulher com arma de fogo. Audacioso, ele passava mensagem para o celular das vítimas com conteúdo sobre o que havia feito com elas. Assim a polícia conseguiu o nome do estuprador, e em seguida chegar até ele”, disse Mamede Castro.

 

Leonardo Luz, psiquiatra, declarou que João é um indivíduo sem condições de conviver em sociedade.

 

“Esse homem é provavelmente o que chamamos de monstro, por causa da monstruosidade de seus atos. Do ponto de vista psicopatológico, ele é classificado como psicopata antissocial. Relatos bárbaros como esse podem ter começado ainda na adolescência”, disse Leonardo Luz.

 

Caso 1

Uma jovem saía da um centro de ensino em que assistia aula. Ao passar no São Cristóvão, começou a ser perseguida por João da Cruz. O carro estancou. João entrou no carro e forçou a mulher a sacar dinheiro. Depois disso, a vítima foi levada para um motel, e durante 4 horas foi estuprada.

 

Caso 2

Uma senhora de 68 anos foi perseguida ao sair de uma missa. Ela foi forçada por João da Cruz a comprar um aparelho celular e sacar dinheiro. A senhora foi levada para um motel e estuprada por 5 horas. O maníaco chegou a introduzir sua mão no órgão genital da vítima.

 

Caso 3

Uma professora foi abordada no estacionamento de uma faculdade. João da Cruz bateu no vidro do carro e ameaçou a vítima com arma de fogo. A professora foi forçada a comprar um aparelho celular para o maníaco. Quando se dirigiam para o motel, a vítima perguntou para João ele tinha filhas. Ele disse que sim. O questionamento da vítima parece ter abalado João, que a liberou e não praticou o estupro.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
PG tiger Mapa do site

1234